Era isso o que eu queria? Um estudo da maternidade e da paternidade na adolescência

Título: Era isso o que eu queria? Um estudo da maternidade e da paternidade na adolescência
Autor(es): E. Trindade and M. A. d. T. Bruns
Ano: 1996
Periódico: Revista Brasileira de Sexualidade Humana
Volume: 7
Número: 2
Páginas: 167-186
Tipo de Artigo: Trabalhos de Pesquisa
ISSN: 0103-6122
Palavras-chave: adolescência; maternidade; paternidade; educação sexual; sexualidade; adolescence; motherhood; fatherhood; sexual education; sexuality
Língua: Portuguese

Resumo: Este estudo teve como objetivo ampliar a compreensão do fenômeno maternidade e paternidade na adolescência. Ouvimos o discurso de 20 jovens do sexo feminino e jovens do sexo masculino, e os analisamos por uma perspectiva fenomenológica. Concluímos que a maternidade e a paternidade durante a adolescência são vividas inicialmente de maneira angustiada e conflitante. De um modo geral, as famílias, após a reação inicial desfavorável de surpresa e recriminações, incentivaram o casamento como um meio reparador. Constatamos também que a ausência de uma efetiva orientação sexual nas famílias e escolas impede, muitas vezes, o vivenciar mais autêntico da sexualidade dos jovens. ; The present study was aimed at extending the comprehension of motherhood and fatherhood in the adolescence. Data was gathered by listening to 20 female and 4 male youths, whose discourses were analyzed through a phenomenological perspective. We concluded that motherhood and fatherhood in the adolescence are firstly experienced as distressful and conflicting. For the most part, the youths families encourage marriage as a compensatory solution, after their initial disapproving reaction of surprise and reproach. We could also verify that the of an effective sexual orientation with- in the families and schools is likely to hinder the youths’ from experiencing sexuality more authentically.

Entrar