Mestrado em sexologia: um passo a mais no ideal da interdisciplinaridade

Título: Mestrado em sexologia: um passo a mais no ideal da interdisciplinaridade
Autor(es): A. C. Silva
Ano: 1994
Periódico: Revista Brasileira de Sexualidade Humana
Volume: 5
Número: 2
Páginas: 125-137
Tipo de Artigo: Opinião
ISSN: 0103-6122
Língua: Portuguese

Resumo: Passados seis anos de atividade da Pós-graduação lato senso em Sexualidade Humana, a experiência adquirida e a graduação cada vez maior da equipe de professores, fizeram possível um olhar mais à distância: O sonho de um Mestrado em Sexologia poderia tomar forma. Desde os tempos de criação da Comissão Nacional de Sexologia, em 1983 como parte da Febrasgo, a qualificação interdisciplinar era um desafio que se colocava. Com essa inspiração nasceu o CESEX, em Brasília, talvez o primeiro curso a tentar um mesmo modelo de formação em sexologia para médicos, psicólogos e educadores. É difícil estimar quantos profissionais passaram por esse modelo de curso ou mesmo pelos que se sucederam a partir de então, como os do Nudes, no Rio de Janeiro, do Instituto H. Ellis, em São Paulo, o Instituto Pomeroy, em Belo Horizonte, para citar apenas alguns exemplos. A estes se acrescentam mais tarde as atividades educacionais sustentadas nos muitos Congressos feitos ou inspirados pela Sociedade Brasileira de Sexualidade Humana. (resumo indisponível, trecho do artigo).

 

Entrar